Iazaldir Feitosa e Adriana Rosa são os campeões do FKT Rio One Hundred®️ Caminho do Imperador

Iazaldir Feitosa comemora o título e o recorde da primeira edição brasileira do FKT Rio One Hundred®️ Caminho do Imperador, neste domingo. (Allan Carvalho/Divulgação)
Iazaldir Feitosa comemora o título e o recorde da primeira edição brasileira do FKT Rio One Hundred®️ Caminho do Imperador, neste domingo. (Allan Carvalho/Divulgação)

Com incríveis 14 horas e 45 minutos, o carioca Iazaldir Feitosa, de 46 anos, tornou-se, neste domingo (13/12), o campeão e recordista do FKT Rio One Hundred®️ Caminho do Imperador. No feminino, o título ficou com Adriana Rosa, com 20 horas e 43 minutos, melhor tempo entre as mulheres, obtido na segunda etapa, em 29 de novembro. 

A prova de 100 milhas (160,94km), que teve quatro rodadas, com largada na zona rural de Barra Mansa e chegada na Catedral de Petrópolis, terminou neste domingo.

Agora, tanto Iazaldir quanto Adriana carimbaram o passaporte para o One Hundred® World Series Brasil 2021 e para o One Hundred® World Itália 2021, com direito a alojamento, despesas, acesso à área VIP e viagens, além de equipamento oficial One Hundred®. Eles também ganharam um cheque de R$ 700 (equivalente a one hundred pound) cada um.

Outro destaque dessa última etapa foi o carioca Leonardo Maciel, que completou o percurso em 15 hora4 minutos, o segundo melhor tempo de tods e 2a a competição. Hugo Gonçalves, Isaac Cordeiro e Lígia Almeida abandonaram a prova por problemas físicos.

Iazaldir diminuiu em 59 minutos marca anterior da Rio One Hundred®️

Iazaldir entrou no FKT Rio One Hundred®️ Caminho do Imperador como um dos favoritos. Sem deixar se levar pela pressão, ele baixou em 59 minutos o tempo do até então recordista César Picinin, marcado na segunda rodada. 

“O time se preparou para a gente correr abaixo das 15 horas. Eu não estava preocupado em quebrar as 15 horas e 46 minutos, eu queria quebrar as 15 horas. Isso já estava desenhado. Ou eu quebrava ou eu me arrebentava”, revelou o grande campeão, que agora vai colocar o FKT Rio One Hundred®️ Caminho do Imperador em sua lista de conquistas que já tem como  Tutan Ultra Trail 100K (2019), Indomit Costa Esmeralda 100K (2014), Endurance Challenge Equador 80K (2012), Endurance Challenge Argentina 80K (2011) e Revezamento Beat The Sun Mont-Blanc 160K (2015). “O percurso é muito bonito. Até o Km 130, o céu estava estrelado, realmente estava muito lindo. A estratégia era correr 100km sem parar, num ritmo mais lento, e foi assim que aconteceu. A gente foi administrando o tempo a prova toda, mas correndo sem parar.”

Drica: "Estou muito feliz e agradeço à One Hundred pela oportunidade única. Sou uma pequena atleta, que luta a cada dia para crescer". (Allan Carvalho/Divulgação)
Drica: “Estou muito feliz e agradeço à One Hundred pela oportunidade única. Sou uma pequena atleta, que luta a cada dia para crescer”. (Allan Carvalho/Divulgação)

Já Adriana Rosa desafiou a si própria. Até completar as 100 milhas do FKT Rio One Hundred®️ Caminho do Imperador, sua maior prova tinha sido os 52 km do WTR Serra do Mar, em 2019. A falta de experiência, se comparada a outros atletas que se inscreveram no evento, a fez duvidar inclusive da aprovação de sua inscrição. Mas, com muita força de vontade, sacrifício e fé _ ela percorreu todo o trajeto segurando um terço _, Drica escreveu seu nome entre as principais ultramaratonistas do Brasil. 

“Na verdade, a ficha ainda não caiu”, confessou a campeã. “Eu fiz a prova de coração, tive muito medo de não conseguir. Treinei muito, mesmo sem saber se meu currículo seria aprovado. Só tive a confirmação de que estava selecionada 20 dias antes de correr. Eu sempre corro rezando um terço, até nos treinos. Dessa vez não foi diferente. E foi a corrida da minha vida. Ver outras atletas tentando bater meu tempo nas etapas seguintes foi horrível; eu preferia ter que correr 100 milhas novamente (risos). Haja coração para aguentar ver o pac man correndo atrás da minha fantasminha no GPS”, comentou a atleta sobre a ferramenta que permitiu acompanhar a prova em tempo real, na qual os melhores tempos masculino e feminino eram representados por fantasminhas. 

Vinte ultramaratonistas participaram da edição 2020

Drica fez questão de agradecer o apoio que recebeu:

“Estou muito feliz e agradeço à One Hundred pela oportunidade única. Sou uma pequena atleta, que luta a cada dia para crescer, e agradeço ao meu treinador, à minha equipe e aos amigos, pois essa conquista não é minha, mas nossa.”

O FKT Rio One Hundred®️ Caminho do Imperador foi dividido em cinco etapas. A de abertura, em 12 de novembro, teve o UltraCEO da One Hundred®️, João Andrade, determinando o tempo de partida da competição no masculino; e Ana Luiza de Faria Matos, no feminino. Nas quatro seguintes, 20 ultramaratonistas _ sendo 16 homens e quatro mulheres _ desafiaram o relógio e o percurso, que sempre largou em Barra Mansa, passando pelas cidades de Conservatória, Valença, Vassouras, Paty do Alferes e Vale das Princesas, até chegar na Catedral de Petrópolis.

Evento brasileiro serve de teste para inovações em 2021

“O balanço final do FKT Rio One Hundred®️ Caminho do Imperador é extremamente positivo. Conseguimos realizar nosso desafio durante tempos desafiantes e lançar o evento inaugural da One Hundred®️ no Brasil e mostrá-lo ao público, com uma média de alcance de 400 mil pessoas por fim de semana. O feedback dos atletas tem sido excelente e das suas equipes de apoio em relação à nossa organização, bem como de toda a comunidade da ultramaratona e mountain trail no Brasil”, afirma João Andrade, o UltraCEO da One Hundred®️. “A prova tinha como objetivo fazer a ativação de marca e fazer o primeiro exercício conjunto da nossa equipe internacional junto aos nossos sócios, staff e parceiros no Brasil”. 

João Andrade também destacou os testes de algumas inovações que foram feitas e que serão introduzidas nas provas grandes de 2021. “Exemplo disso foram o sistema live tracking de GPS com os fantasmas e pacman’s que todos puderam acompanhar em suas casas, a plataforma de registos personalizada e a cobertura da prova nas nossas redes sociais. Algumas coisas foram visíveis para o público já nesse evento e outras ficaram para testes internos. Podem esperar mais e melhor para 2021. Parabéns a todos os atletas e suas equipes por empurrar os limites do que é possível para mais longe, com destaque para os vencedores Iazaldir Feitosa e Adriana Rosa. Agradecemos ao público pela sua incrível participação. Juntos como comunidade podemos ir muito longe!”

Confira abaixo como ficou a classificação do FKT Rio One Hundred®️ Caminho do Imperador:

Masculino:

1º Iazaldir Feitosa – 14:45:00

2º Leonardo Maciel – 15:24:56

3º Cesar Picinin – 15:46:34

4º Rodrigo Oliveira – 16:42:14

5º Carlos Gusmão – 18:36:50

6º Rodrigo Darrigrand – 19:17:00

7º João Andrade (UltraCEO) – 19:24:00

8º Cesar Condrati – 19:35:05

9º Jorge Junior – 20:24:00

10º Thiago Moreira – 20:30:00

Feminino: 

1º Adriana Rosa – 20:43:48

2º Ana Luiza de Faria Matos – 22:30:00

3º Claudia Almeida – 22:35:00

Não completaram:

Adriano Ribeiro

Alexsandro Alves

Davi Marques

Hugo Gonçalves

Isaac Cordeiro

Lígia Almeida

Marcelo Amorim

Márcio Souza

Sergio Garcia

Sobre a One Hundred®

Organização sediada em Londres, a One Hundred® tem como objetivo mudar o atual paradigma do ultra mountain trail, agregando inovação e tecnologia à construção de uma estrutura padronizada mundial One Hundred® World Series terá as distâncias de 10 (16km), 25 (40km), 50 (80km) e 100 (160km) milhas, começando por Brasil e Itália em 2021, com expansão para outros países.

Outro foco será a preparação de atletas, com a organização de training camps e edições especiais de corridas, com distâncias mais curtas, em diferentes países, incluindo Brasil. Também serão oferecidos serviços para facilitar o acesso de atletas a treinadores, nutricionistas e equipes de apoio especializadas em mountain trail.

COMPARTILHE
Sobre Iúri Totti 1069 Artigos
Iúri Totti é jornalista, com mais de 30 anos de experiência na grande imprensa, principalmente na área de esportes. Foi o criador das sessões “Pulso” e “Radicais” no jornal O Globo. Tem 13 maratonas, mais de 50 meias maratonas e dezenas de provas em distâncias menores. "Não me importo em ser rápido. A corrida só precisa fazer sentido, dar prazer."