Penúltima etapa do FKT Rio One Hundred®️ Caminho do Imperador não teve recordes superados. Última rodada será no próximo fim de semana

Recordista do FKT Rio One Hundred®️ Caminho do Imperador, César Picinin vestido de Homem Aranha. (Divulgação)
Recordista do FKT Rio One Hundred®️ Caminho do Imperador, César Picinin vestido de Homem Aranha. (Divulgação)

Uma grande expectativa rondava a terceira etapa do FKT Rio One Hundred®️ Caminho do Imperador.  A dois dias da largada, que ocorreu neste sábado chuvoso (5/12), Márcio Souza prometeu baixar para menos de 15 horas o recorde do mineiro César Picinin, que marcou 15 horas, 46 minutos e 34 segundos no domingo passado. De casa, atento às atualizações da plataforma que mostra a prova em tempo real, Picinin acompanhou ansiosamente a tentativa de Marcinho. A disputa pelo melhor tempo estava acirrada até que Marcinho, por problemas de saúde, acabou tendo que abandonar a prova no Km 126. 

Dos cinco que largaram em Barra Mansa, três cruzaram, depois de 100 milhas (160,94km), a linha de chegada diante da Catedral de Petrópolis: Carlos Gusmão, em 18 horas e 36 minutos; Thiago Moreira, em 20 horas e 30 minutos; e Cláudia Almeida, em 22 horas e 35 minutos. Alexsandro Alves abandonou a prova no Km 125. O recorde feminino de Adriana Rosa, de 20 horas e 43 minutos, também não foi superado.

Faltando apenas uma rodada para o término do FKT Rio One Hundred®️ Caminho do Imperador, o mineiro de Barbacena falou sobre o sentimento de ter os concorrentes batalhando para superá-lo.

“Será preciso dar tudo certo para quem quer que seja baixar o meu recorde. É totalmente possível, mas não será moleza para ninguém”, frisou Picinin. “Acompanhar de casa é mentalmente muito desgastante, pois até queremos melhorar, mas nossa corrida já foi feita e não temos mais essa oportunidade. Correndo é possível, literalmente, correr atrás. De casa temos que aceitar o que já foi feito e ver os demais atletas buscando melhorar detalhes para superar o seu recorde. Quando há uma breve perda de sinal do GPS na plataforma que acompanha a prova, o coração pira!”

Para o dono do melhor tempo, Marcinho assumiu uma pressão exagerada, o que pode ter interferido em sua estratégia: 

“Ao bancar um tempo, ele criou uma expectativa muito grande. Foi ousado e poderia dar certo, mas isso também serve de combustível para os demais atletas. O certo é que essa promessa levou muitas pessoas a acompanharem cada passo da prova neste final de semana. Eu, pessoalmente, prefiro buscar fazer e falar depois. Cada um tem seu estilo. O importante é estar motivado e respeitar a todos.”

Conquista solidária 

Dono do melhor tempo do final de semana, Gusmão vibrou por ter completado o trajeto. Embora não tenha sido o suficiente para alçá-lo ao topo da competição, foi o bastante para garantir seu nobre objetivo: arrecadar brinquedos para crianças da Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (APAE) de Vila Velha (ES).

“Saio feliz ainda por ter utilizado a prova como meu 10º desafio solidário, correndo por brinquedos. Desde 2010, corro para arrecadar brinquedos para a APAE da minha cidade e, este ano, em vez de pedir patrocínio, pedi brinquedos. Cada empresa doou 120 brinquedos. Agradeço a S.A. Ambiental, Ultra Sports, CryoBrasil e Posto Champagnat pelo suporte”, disse ele, após a prova.

As entrevistas com os competidores e um resumo do que aconteceu na última etapa do FKT Rio One Hundred®️ Caminho do Imperador podem ser assistidas, nesta segunda-feira,  na One Hundred TV, página da prova no Facebook, a partir das 18h30m.

O FKT Rio One Hundred®️ Caminho do Imperador se encerra no próximo fim de semana. Os cincos atletas que vão tentar superar os tempos de César Picinin e Adriana Rosa são Ligia Almeida, Leonardo Maciel, Isaac Cordeiro, Iazaldir Feitosa e Hugo Gonçalves, vencedor do Douro FKT, em Portugal. 

Em disputa estão o prêmio de R$ 700 (o equivalente a one hundred pounds) e a gratuidade nas inscrições na One Hundred®️ World Series Brasil 2021 e na One Hundred®️ World Itália 2021, com direito a despesas da viagem e acesso à área VIP, além de equipamento oficial One Hundred®️. 

Sobre a One Hundred®️

Organização sediada em Londres, a One Hundred®️ tem como objetivo mudar o atual paradigma do ultra mountain trail, agregando inovação e tecnologia à construção de uma estrutura padronizada mundialmente. A One Hundred®️ World Series terá as distâncias de 10 (16 km), 25 (40 km), 50 (80 km) e 100 (160 km) milhas, começando por Brasil e Itália em 2021, com expansão para outros países.

Outro foco será a preparação de atletas, com a organização de training camps e edições especiais de corridas, com distâncias mais curtas, em diferentes países, incluindo Brasil. Também serão oferecidos serviços para facilitar o acesso de atletas a treinadores, nutricionistas e equipes de apoio especializadas em mountain trail.

COMPARTILHE
Sobre Iúri Totti 1069 Artigos
Iúri Totti é jornalista, com mais de 30 anos de experiência na grande imprensa, principalmente na área de esportes. Foi o criador das sessões “Pulso” e “Radicais” no jornal O Globo. Tem 13 maratonas, mais de 50 meias maratonas e dezenas de provas em distâncias menores. "Não me importo em ser rápido. A corrida só precisa fazer sentido, dar prazer."