CamelBak Mountain Race estreia meia maratona

Largada da CamelBak Mountain Race 2018. Foto de Thiago Andrade/Divulgação
Largada da CamelBak Mountain Race 2018. Foto de Thiago Andrade/Divulgação

A CamelBak Mountain Race cresceu. A prova de trail running, que será disputada no dia 7 de setembro, com largada e chegada no Hotel Le Canton, em Teresópolis, na Região Serrana do Rio, terá, em sua quarta edição, a estreia do percurso de meia maratona. Esses 21km se integram às duas distâncias originais da tradicional corrida de montanha: os 6km e 12km. As inscrições estão abertas no site da prova.

As provas serão disputadas nas montanhas do Parque Nacional da Serra dos Órgãos. Os corredores poderão experimentar todos os tipos de terrenos que a corrida de montanha proporciona: aclives, declives, estrada de chão, pasto, mata fechada, charco e lama.

– Começamos o projeto com provas de 6km e 12km. A ideia era proporcionar uma experiência de alto nível para quem estivesse fazendo a transição do asfalto e academias para o trail run. Vários tipos de terreno, lama, pés molhados e muita diversão. Tínhamos a prova de 18km, mas ouvindo participantes de edições passadas e seguindo tendências do mercado, alteramos o percurso para 21km em 2019 – afirma o ultramaratonista Mauro Chasilew, consultor na criação dos percursos. – Gostei muito de como ficou. Garanto que teremos mais diversão e um desafio muito maior. O que já estava bom ficou melhor. É uma experiência incrível, especialmente para quem trouxer família e filhos. A prova traz música, food trucks e inúmeras atividades extras.

Preocupação com a sustentabilidade

A sustentabilidade continua sendo um tema importante para os organizadores, assim como a experiência oferecida aos corredores e suas famílias. Eles poderão desfrutar de ações dos patrocinadores, food trucks, sessões de massagens, áreas de lazer, áreas de convivência, atividades ecológicas, infantis e ainda concorrerão a brindes exclusivos CamelBak.

– Esta foi a primeira prova da marca na América Latina e atualmente é a única que realizamos no mundo. Não temos nenhum outro evento que leve nosso nome – diz Pedro Lacaz Amaral, gestor da marca CamelBak no Brasil. – E como um dos pilares da CamelBak é sustentabilidade, desde o início incluímos no kit dos atletas equipamentos para hidratação. A ideia permanecerá e ao longo dos percursos distribuiremos pontos de hidratação, onde fornecemos água, mas não disponibilizamos copos ou garrafas descartáveis.

Medalha da CamelBak Mountain Race. Foto de Thiago Andrade/Divulgação
Medalha da CamelBak Mountain Race. Foto de Thiago Andrade/Divulgação

Idealizadora e produtora da prova, a 213 Sports acredita que a edição 2019 conseguirá melhorar o alto nível dos anos anteriores, incrementando a experiência dos participantes.

– A 213 tem muito orgulho desse projeto. Desenvolvemos ele para a CamelBak, líder mundial do segmento de hidratação, lá atrás. E nos últimos três anos o evento foi eleito por eles como a melhor ativação mundial da marca. A cada ano nós buscamos mais parceiros para melhorar a parte de entretenimento da prova e seguimos com esse pensamento, de gerar uma grande experiência para os participantes – conta Yuri Binder, sócio-diretor da 213. – Esse ano trouxemos a Speed Eventos Esportivos para ser parceira e sócia no evento e, sem dúvida, e isso vai incrementar ainda mais o projeto, que já tem esse diferencial no mercado.

Pontos para Rio Trail Ranking

Pela primeira vez, a CamelBak Montain Race contará pontos para o ranking oficial de trail run do Rio de Janeiro. Um dos incrementos trazidos pela Speed para a edição 2019 do evento.

– Para Speed é um prazer fazer parte do projeto. Sempre fomos fãs da marca CamelBak e a corrida é sensacional. Ficamos lisonjeado com o convite e nosso papel é aproximar o público trail do evento. Nesta edição, virão alguns atletas de elite do trail run, o que tornará a corrida ainda mais competitiva, mais bonita de se ver. Além disso, incluímos a prova no Rio Trail Ranking, onde estão as principais provas do cenário no estado. A expectativa é muito boa e a tendência é que a prova esgote as inscrições, já que não temos como crescer o número de corredores. Quem não fez, faça logo sua inscrição – diz Rodrigo Isaac, diretor da Speed Eventos Esportivos.

Local da CamelBak Mountain Race

A CamelBak Mountain Race é toda disputada na área do Hotel Le Canton, em Teresópolis. Todos os percursos têm seu início e fim no resort, que oferecerá a  estrutura necessária para a realização de uma grande prova, como estação de hidratação, alimentação e equipe de resgate de montanha. Além disso, os corredores têm direito a um pacote especial de hospedagem, de 6 a 8 de setembro: acomodações para dois adultos e uma criança saem a partir de 3 x R$ 740 na área do Village.

Área de convivência da CamelBak Mountain Race no Hotel Le Canton
Área de convivência da CamelBak Mountain Race no Hotel Le Canton

Maior resort da Serra do Rio de Janeiro, o Le Canton fica a duas horas da capital e a 100km do aeroporto do Galeão, numa linda região de montanha. Inspirado nos charmosos campos suíços, o resort tem dois milhões de metros quadrados de área construída e é cercado pelas belezas naturais da Serra dos Órgãos.

A CamelBak Mountain Race 2019 tem realização da CamelBak e patrocínio SPOT. Além disso, a prova conta com o apoio do Hotel Le Canton, Clorin, Probiótica, On the Rocks, Serras Cariocas, Nautika e apoio de mídia do Canal Off.

Serviço Camelbak Mountain Race 2019
  • Data: 7 de setembro de 2019 (sábado);
  • Local: Hotel Le Canton (Rua Antônio Silva 300, Vargem Grande, Teresópolis);
  • Percursos: 6km, 12km e 21k;
  • Categorias: Feminina e Masculina.
  • Inscrições: camelbakmountainrace.com.br
  • Condições: hospedagem no Village para dois adultos + uma criança a partir de 3 x R$ 740 (o pacote para hospedagem não inclui inscrição na prova); Reservas: por email (reservas@lecanton.com.br) ou por telefone (0800 285 4200 e 4004-1150).

COMPARTILHE
Sobre Iúri Totti 982 Artigos
Iúri Totti é jornalista, com mais de 30 anos de experiência na grande imprensa, principalmente na área de esportes. Foi o criador das sessões “Pulso” e “Radicais” no jornal O Globo. Tem 13 maratonas, mais de 50 meias maratonas e dezenas de provas em distâncias menores. "Não me importo em ser rápido. A corrida só precisa fazer sentido, dar prazer."

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*