Como a corrida melhora seu cérebro

Especialistas afirmam que correr melhora o cérebro
Especialistas afirmam que correr melhora o cérebro

Por Romina Saavedra, da Marathon Ranking.

Sair para correr tem mais benefícios do que simplesmente queimar calorias e tonificar seus músculos. A corrida melhora seu cérebro. De acordo com um artigo publicado na “Research Digest”, se você correr por um período de 60 minutos, poderá prolongar sua expectativa de vida em 7 horas e desencadear transformações cerebrais muito positivas que beneficiam seu desempenho cognitivo.

A seguir, mostramos a você como a corrida melhora seu cérebro. É mais uma razão para amarrar seus tênis e sair para correr.

Você aumenta sua expectativa de vida 

Como dissemos, de acordo com pesquisas relacionadas a doenças cardiovasculares, os corredores vivem 3 anos a mais do que aqueles que não praticam esse esporte, de modo que a corrida poderia prolongar a longevidade mais do que qualquer outro exercício conhecido.

Aumente suas conexões neuronais 

Pesquisas mostram que subir montanhas ou fazer mudanças de pista (em pavimentos irregulares que envolvem um esforço maior, por exemplo) causa transformações no cérebro que aumentam o número de conexões nos principais centros funcionais para a regulação das emoções. Esses efeitos variam dependendo do tipo de exercício, seja sprints intensos ou corrida de longa distância.

Melhore sua memória e autocontrole

De acordo com um estudo realizado por pesquisadores da Universidade do Arizona, em que os cérebros de jovens corredores foram digitalizados após uma prova enquanto descansavam com os olhos abertos durante 6 minutos. A conclusão foi que esses corredores apresentaram alta conectividade neuronal no lobo parietal e outras regiões cerebrais relacionadas à memória e autocontrole. Isso teria a ver com a demanda cognitiva para que eles funcionassem durante a corrida.

Seus níveis de satisfação aumentam

 De acordo com um estudo publicado na revista “Cerebral Cortex”, sugere-se que a euforia de corredores depois de fazer uma provapode causar transformações bioquímicas que aumentam os níveis cerebrais de satisfação global para produzir um prazer sensação natural.

Aumente seu desempenho cognitivo

Quando se faz sprints intensos, as funções do cérebro aumenta, de acordo com a pesquisa publicada na “Preventive Medicine Reports”. Pesquisadores pediram que voluntários jovens, com uma idade média de 12 anos, realizassem uma série de circuitos em correr 10 segundos por 10 minutos para realizar alguns testes de desempenho cognitivo. O resultado foi que os voluntários mostraram um melhor desempenho logo após completar os sprints e também 45 minutos depois.

Você aprende mais facilmente 

De acordo com um estudo publicado no “Neurobiology of Learning and Memory”, isso sugere que sprints intensos podem aumentar sua capacidade de aprendizado. Esta conclusão é baseada na análise comparativa de um grupo de participantes que provou ser capaz de aprender novas palavras 20% mais rápido depois de fazer sprints e também melhorou a memória retentiva uma semana depois.

Diminuir o estresse 

Sair para uma correr pode ter efeitos analgésicos que ajudam as pessoas a liberar o estresse e diminuir os níveis de ansiedade e preocupação. De acordo com um estudo publicado na revista “Experimental Brain Research”, correr diminui  significativamente a atividade do córtex frontal, e isto é confirmado pelo testemunho de vários corredores que relataram sentir mais relaxado depois de fazer um exercício. Em resumo, sair para correr ajuda na regulação emocional e na resolução de problemas.

COMPARTILHE
Sobre Iúri Totti 919 Artigos
Iúri Totti é jornalista, com mais de 30 anos de experiência na grande imprensa, principalmente na área de esportes. Foi o criador das sessões “Pulso” e “Radicais” no jornal O Globo. Tem 13 maratonas, mais de 50 meias maratonas e dezenas de provas em distâncias menores. "Não me importo em ser rápido. A corrida só precisa fazer sentido, dar prazer."

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*