Mãe vê na corrida opção para desenvolvimento de filho com paralisia cerebral

Mônica Rodrigues leva o filho Davi Rodrigues durante um treino. Foto TV Borborema
Mônica Rodrigues leva o filho Davi Rodrigues durante um treino. Foto TV Borborema

Davi Rodrigues tem apenas três anos de idade e nasceu com paralisia cerebral. Sua mãe se chama Mônica Rodrigues e ambos são de Campina Grande, no Agreste da Paraíba. Capitã da Cavalaria da Polícia Militar, Mônica sempre foi amante da corrida de rua. E foi exatamente na corrida, que ela viu uma opção de estimular o desenvolvimento do seu filho.
“Introduzir Davi no meu mundo, no mundo da corrida, é uma forma de fazer com que ele saia de casa. Davi sempre está confinado, dentro do quarto, dentro da escola, na fisioterapia. Então, a corrida leva ele para fora. Ele até começou a gostar mais de sair de casa”, explicou a mãe.

Assista ao vídeo da reportagem da TV Borborema

O garoto corre acomodado em um carrinho montado especialmente para ele. Depois que Davi começou a participar das provas, Mônica viu algumas mudanças positivas na vida do seu filho. Inclusive, na convivência com os seus amigos e familiares.

“Ele está mais feliz. Quando ele ver o carrinho, ele já diz logo. Vai para corrida mamãe, vai passear?”

Durante a semana, ele frequenta a fisioterapia. Por lá, os profissionais da área são apaixonados pelo garoto. “Todo mundo gosta dele na clínica e torce pelo crescimento do meu filho. Davi faz bastante sucesso”,  contou Mônica.
Atualmente, eles moram no bairro do Jardim Paulistano, na Rainha da Borborema. Davi, mesmo pequeno, já demostrou que gosta muito de viajar e conhecer novos lugares. Este pode ser considerado um outro hobby do menino.
Devido ao trabalho feito pelos fisioterapeutas na clínica, a mãe do garoto revelou que a criança evoluiu bastante desde o início do tratamento. “Os profissionais são muito atenciosos. Davi segue rigorosamente o que é passado por eles. A gente percebe todas as mudanças. Mudanças para melhor”, declarou.
E é assim, através do esporte e da persistência, que Davi vem conseguindo crescer e se desenvolver dentro da sociedade.

“É isso que eu quero que ele aprenda com a corrida. Se ele tiver disposição para superar os obstáculos que a vida vai demandar e ter fé, ele vai lutar e conseguir estar onde ele quiser.”

Fonte: Do site OP9

COMPARTILHE
Sobre Iúri Totti 938 Artigos
Iúri Totti é jornalista, com mais de 30 anos de experiência na grande imprensa, principalmente na área de esportes. Foi o criador das sessões “Pulso” e “Radicais” no jornal O Globo. Tem 13 maratonas, mais de 50 meias maratonas e dezenas de provas em distâncias menores. "Não me importo em ser rápido. A corrida só precisa fazer sentido, dar prazer."

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*