One Hundred® World Series conhece seus primeiros campeões da Rio Caminho do Ouro

Cida Cunha, com 28h38m40s, foi a campeã das 100 milhas da One Hundred® Rio Caminho do Ouro, em Paraty (RJ). (Foto de Sérgio Gomes:Divulgação)
Cida Cunha, com 28h38m40s, foi a campeã das 100 milhas da One Hundred® Rio Caminho do Ouro, em Paraty (RJ). (Foto de Sérgio Gomes:Divulgação)

A One Hundred® Rio Caminho do Ouro, etapa brasileira da One Hundred® World Series, chegou ao fim no último domingo (24) e consagrou grandes nomes do mountain trail run. Na prova de 100 milhas (160 km), Daniel Meyer foi o vencedor da categoria masculina, com tempo de 21h33m18s. No feminino, a campeã foi Cida Cunha, com 28h38m40s. Já na distância de 100 km, os primeiros colocados foram Jeferson Dias, com 14h49m28s, e Patricia Honda Gerage, com 18h13m55s. As duas distâncias fazem parte da fase global de qualificação do campeonato mundial. 

Daniel Meyer vibra ao ser campeão das 100 milhas da One Hundred® Rio Caminho do Ouro. (Foto de Sérgio Gomes/Divulgação)

Foram quatro dias de competições intensas na One Hundred® Rio Caminho do Ouro. Os atletas demonstraram todo seu potencial na disputa da primeira etapa de classificação, que aconteceu na cidade de Paraty (RJ). Grande parte do percurso foi feito dentro do Parque Nacional da Serra da Bocaina, dando um atrativo a mais com a beleza da região. O evento, considerado um sucesso pela One Hundred®, teve transmissão em tempo real (livestreaming) pela One Hundred TV, acompanhamento dos atletas por sinal de GPS e comentários instantâneos pelas redes sociais (Facebook e Instagram). 

“Concluímos com sucesso a primeira etapa da One Hundred® World Series. O evento contou com a participação de atletas de elite, além da maior premiação em dinheiro já paga no mountain trail run no Brasil. Fizemos história em Paraty com a prova Rio Caminho do Ouro. Todas as nossas expectativas foram alcançadas”, destaca João Andrade, CEO da One Hundred®. “Dizem que todos os caminhos levam a Roma e agora todos os trilhos levam a Gran Sasso” reforçou ele, em alusão a final campeonato mundial, que será disputada na Itália, em outubro. 

Superação e preparo marcam disputa da prova de 100 milhas

Desde a largada para a disputa das 100 milhas, o ultramaratonista Daniel Meyer ficou entre os primeiros colocados. Manter o ritmo foi um grande desafio para o atleta, que mostrou preparo especial para encarar os outros grandes competidores. 

“Eu não estou acostumado a liderar tão cedo uma prova. Mas eu tinha que fazer minha prova. Tinha que acreditar e confiar que estava certo, apesar de parecer insano. Foi fantástico. Eu vou dizer que, por mais que eu estivesse em um dia inspirado, fazer 100 milhas é complicado. Você tem que querer ser o melhor o tempo inteiro”, revela ele, que colocou à prova a paixão pelo mountain trail run. “Se eu não sou o melhor atleta, eu sou certamente um dos mais apaixonados. Eu amo demais esse negócio”.

Cida Cunha se emociona com a vitória nas 100 milhas da One Hundred® Rio Caminho do Ouro. (Foto de Matias Novo/Divulgação)

Na categoria feminina, Cida Cunha ressaltou a boa preparação para concluir o percurso. De acordo com ela, foram cinco meses de treinamento sem participar de outras provas neste intervalo. A dedicação deu resultado e a primeira colocação veio graças ao seu empenho. A ultramaratonista superou grandes adversárias para chegar ao topo do pódio e revelou uma curiosidade: correu um trecho de aproximadamente 10 km descalça. 

“Treinei direitinho durante este tempo. Foi excepcional e deu resultado. Eu considerei que tinham grandes candidatas, mas quis dar o meu melhor a partir do treino que eu fiz. Não teve estratégia. Eu simplesmente fiz a minha prova”, conta a campeã. 

Com 14h49m28s, Jeferson Dias foi campeão dos 100 km da One Hundred® Rio Caminho do Ouro. (Foto de Matias Novo/Divulgação)
Patricia Honda Gerage foi a vencedora dos 100 km da One Hundred® Rio Caminho do Ouro. (Foto de Matias Novo/Divulgação)

One Hundred® World Series tem cinco etapas em três continentes

Cinco países, três continentes, lindas vistas e climas diferentes aguardam os competidores da One Hundred® World Series. O Campeonato Mundial é composto por cinco etapas, sendo quatro qualificatórias, mais a final. Depois da disputa no Brasil, a competição vai para Portugal, com a ultramaratona Douro Paiva, em Cinfães, em Portugal, de 30 de junho a 3 de julho. A terceira etapa será no País de Gales, com a Ultra Mountain Trail Black Mountains, em Crickhowel. A quarta fase de classificação será a prova Big Bear, que acontece na Califórnia, Estados Unidos, de 19 a 20 de agosto. 

Todas as provas qualificatórias terão duas distâncias principais, de 100 milhas (160 km) e 100 km. Os melhores competidores estarão classificados para a prova final Gran Sasso, em Abruzzo, na Itália, de 20 a 23 de outubro, com grandes premiações  e a consagração definitiva do mountain trail run no cenário mundial esportivo. 

O diretor de provas da One Hundred® no Brasil, Cristiano Marcelino, explica como vai funcionar essa participação. 

“Na final, teremos boxes de largada. Os campeões das qualificatórias vão largar no setor ouro, junto com aqueles que chegaram com tempo de até 5% à frente do prazo de conclusão da prova. Na prata ficarão os que terminaram de 5% e 10%, enquanto na bronze estarão os que concluíram entre 10% e 15%. Todos que se inscreverem poderão participar”, explica ele. 

One Hundred® Rio Caminho do Ouro World Series contou com cinco provas

Além das tradicionais distâncias de 100 milhas e 100 km, a etapa brasileira da One Hundred® World Series também contou com disputas masculina e feminina de 55 km, 21 km e 10 km, além da prova Kids. Grandes nomes do mountain trail run participaram das provas. (Iúri Totti)

Confira abaixo o pódio de cada modalidade. 

100 milhas – masculino

  • 1° Daniel Meyer – 21h33m18s
  • 2º Roger Darrigrand – 23h22m29s
  • 3° Felipe Silva – 23h41m30s 

100 milhas – feminino

  • 1ª Maria Aparecida (Cida) Cunha – 28h38m40s
  • 2ª Leticia Saltori – 30h18m00s
  • 3ª Rosalia Guarischi – 32h52m46s

100 km – masculino

  • 1° Jeferson Dias – 14h49m28s
  • 2° Kleiton Lucatelli – 15h05m05s
  • 3° Ederson Lopes – 15h33m53s

100 km – feminino

  • 1ª Patricia Honda Gerage – 18h13m55s
  • 2ª Sabrina Freitas – 21h50m36s
  • 3ª Stefanny Mendes – 26h22m51s

55 km – masculino

  • 1° Rogerio Silvestrin – 7h11m10s
  • 2° Jovadir Acedo – 7h28m48s
  • 3° Dario Rocha – 8h41m40s

55 km – feminino

  • 1ª Giovanna Martins – 9h11m25s
  • 2ª Elen Vasconcellos – 10h44m34s
  • 3ª Dalila Ticiani – 10h49m37s

21 km – masculino

  • 1° Eduardo Ramos – 1h34m24s
  • 2º Caio Lima – 1h42m20s003c
  • 3º Renato Campos – 1h42m20s997c 

21 km – feminino

  • 1ª Ana Andrade – 2h02m44s
  • 2ª Solange Mariano – 2h04m30s
  • 3ª Jéssica Reis – 2h05m00s

10 km – masculino

  • 1° – Rodrigo Oliveira: 45m33s
  • 2° – Marcelo Barros: 47m40s
  • 3° – Cristiano Santos: 49m06s

10 km – feminino

  • 1ª – Iris Nascimento: 51m47s
  • 2ª – Launa Machado: 56m53s
  • 3ª – Luciana Chavier: 1h01m55s

COMPARTILHE
Sobre Iúri Totti 1216 Artigos
Iúri Totti é jornalista, com mais de 30 anos de experiência na grande imprensa, principalmente na área de esportes. Foi o criador das sessões “Pulso” e “Radicais” no jornal O Globo. Tem 13 maratonas, mais de 50 meias maratonas e dezenas de provas em distâncias menores. "Não me importo em ser rápido. A corrida só precisa fazer sentido, dar prazer."