Covid-19: Qual o futuro da corrida após a pandemia?

Coronavírus adia Mundial de Maratona em Gdynia, na Polônia
Coronavírus adia Mundial de Maratona em Gdynia, na Polônia

Sócio diretor da ML Mix Run, uma das principais assessorias esportivas do Rio de Janeiro, o treinador Paulo Henrique de Carvalho Santos, conhecido como Paulinho, tem uma opinião forte sobre o que está reservado para os calendários de corridas após a pandemia da Covid-19.

“Teremos provas de corrida ou qualquer evento esportivo com grande número de pessoas até o final do ano? E se tivermos, como faremos para nos preparar?

Hoje, a única coisa que temos são perguntas (muitas!, por sinal) e pouquíssimas respostas, quase nenhuma, pois, afinal, não temos como prever exatamente como as coisas vão acontecer. 

Treinador Paulinho crê que o calendário de provas em 2020, afetado pela Covid-19, só estará normalizado em 2021
Treinador Paulinho

De certo, só sabemos que, aos retornarmos à nossa rotina de treinos outdoor, ela será com algumas adaptações. Devendo acontecer de uma maneira gradual para que possamos nos readaptar física e muscularmente, para que o risco de possíveis lesões seja pequeno, além evitar a possibilidade de uma nova onda de contaminação pela Covid-19.

Com tudo isso, será que teremos tempo de treinar para uma prova em 2020?

Na minha sincera opinião, NÃO! Para que um evento de médio ou grande porte se realize, é necessário uma enorme estrutura de staffs e de pessoas inscritas, ou seja, tem aglomeração. Até que se tenha uma vacina eficaz contra o vírus, essa situação deverá ser evitada.

“Prova tem todo ano, todo fim de semana. Já sua vida, é uma só”

No caso de provas fora de sua cidade ou do Brasil, a preocupação e os cuidados devem ser ainda maiores, pois envolvem deslocamento, atletas de diferentes regiões, familiares que viajam como acompanhantes, o que, novamente, gera a tão “mal falada” aglomeração.

Por isso, acredito que nosso papel agora é fazer tudo o que estiver ao nosso alcance para que esse tempo passe o mais breve possível. Devemos nos manter ativos e em isolamento social para que essa “bola de neve” diminua para que tudo volte ao “novo normal” e que em 2021 possamos aos poucos retomar a nossa rotina de treinos e provas. Afinal, prova tem todo ano, todo fim de semana. Já sua vida, é uma só.”

COMPARTILHE
Sobre Iúri Totti 1048 Artigos
Iúri Totti é jornalista, com mais de 30 anos de experiência na grande imprensa, principalmente na área de esportes. Foi o criador das sessões “Pulso” e “Radicais” no jornal O Globo. Tem 13 maratonas, mais de 50 meias maratonas e dezenas de provas em distâncias menores. "Não me importo em ser rápido. A corrida só precisa fazer sentido, dar prazer."

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*