Eduardo Ramos e Ana Paula Silveira vencem Camelbak Mountain Race

Eduardo de Brito Ramos cruza a linha de chegada dos 21km da Camelbak Mountain Race no Hotel Le Canton. Foto de Iúri Totti
Eduardo de Brito Ramos cruza a linha de chegada dos 21km da Camelbak Mountain Race no Hotel Le Canton. Foto de Iúri Totti

Com o tempo de 2h00m34s, Eduardo de Brito Ramos venceu, no último sábado (7/9), a primeira edição da meia maratona da Camelbak Mountain Race, realizada no Hotel Le Canton, em Teresópolis, na Região Serrana do Rio de Janeiro. No feminino, a vitória foi de Ana Paula Silveira, com o tempo de 2h30m22s.

– Foi uma prova cascuda, com um percurso muito bom – afirma Eduardo Ramos, que já venceu as distâncias de 12km e 18km da Camelbak Race Mountain, em 2017 e 2018, respectivamente. – Como minha prova alvo é a XC Búzios, no mês que vem, a Camelbak Moutain Race, serviu para avaliar como está a minha preparação.

Morador de Búzios e competindo pela RR Trainer, Eduardo Ramos vai tentar o hexacampeonato nos 42km da XC Run Búzios, que acontecerá em 19 de outubro. Ele foi campeão em 2013, 2014, 2015, 2017 e 2018. Em 2016, ele não competiu por estar lesionado.

Vitória na estreia da Camelbak Mountain Race

Já Ana Paula Silveira, da Torres Trail Run, fez sua estreia no percurso disputado totalmente na floresta do Hotel Le Canton.

– Gostei muito da prova. Um percurso técnico, praticamente 100% em trilha, o que exige bastante do corredor, com diferentes níveis de dificuldade – afirma a campeã, que corre há seis anos, sendo três no trail running. – Adoro correr na natureza e aqui isso acontece o tempo todo.

Ana Paula Silveira vence os 21km da Camelbak Mountain Race no Hotel Le Canton
Ana Paula Silveira vence os 21km da Camelbak Mountain Race no Hotel Le Canton

O vice-campeão dos 21km foi Weliton Carrius, da Camelbak Outdoor Sports, com 2h04m38s. O terceiro colocado foi Victor Valentin da Silva, da Luiz Bastos Performance, com 2h10m29s. No feminino, a segunda colocada foi Solange Mariano, da Elite Runners, com 2h40m13s, seguida por Beatriz Fernandes, da BFTeam, com 2h40m58s.

Chegada de Leonardo Torres Alves, nos 12km da Camelbak Mountain Race
Chegada de Leonardo Torres Alves, nos 12km da Camelbak Mountain Race

Nos 12km masculino, a vitória foi de Leonardo Torres Alves, da Torres Trail Run, com 58m28s. Em segundo lugar ficou João Accioly, da M&M Trilhas, com 1h00m25s, e, em terceiro, Rodrigo dos Anjos Azevedo, da Luiz BAstos Performance, com 1h01m01s. No feminino, Úrsula Carvalho, da ML Mix Run, venceu com 1h10m26s, seguida por Renata Carvalho Maia, da MS Running, com 1h17m40s, e por Iris Ribeiro do Nascimento, da RR Trainer, com 1h17m50s.

Úrsula Carvalho, campeã dos 12km da Camelbak Mountain Race
Úrsula Carvalho, campeã dos 12km da Camelbak Mountain Race

Altimetria acumulada de 2.300m

Nos 6km masculino, o campeão foi André Luiz Siqueira do Carmo, da RR Trainer, com 31m51s. O segundo colocado foi Maxsuel de Carvalho, da Ponto Corrido, com 32m26s, e o terceiro, José Abreu Pereira, com 33m04s. No feminino, Raquel Oliveira, da MP Run, foi a primeira colocada, com 39m03s, seguida por Michelle Souza Peres, da Torres Trail Run, com 43m15s, e por Cecília de Andrade Pereira Monteiro, da Alves Runner, com 48m29s.

Para Rodrigo Isaac, da Speed Eventos, um dos organizadores da Camelbak Mountain Race, a estreia dos 21km atendeu as expectativas dos corredores.

– Quando se decidiu aumentar de 18km para 21km a maior distância da prova, não queríamos apenas colocar mais 3km. Queríamos dar uma nova experiência aos corredores – afirma Isaac. – Aproveitamos a estrutura do Le Canton e acrescentamos a travessia de um rio e a passagem pela área central do hotel, como a passagem em frente ao castelo e pelo parque de diversões. A prova tem uma boa altimetria, com 1.150m de elevação positiva e negativa, com um acumulado total de de 2.300m.

Para o ano que vem, a organização já pensa em fazer pequenos ajuste.

– Serão detalhes com base na percepção dos corredores – comenta Isaac.

O fato da prova ser toda dentro do Hotel Le Canton, na avaliação de Isaac, é um dos pontos altos do evento.

– O hotel tem um excelente estrutura e suas trilhas são ótimas para a prova. Como a marcação do percurso é mantida, os hóspedes podem usar durante o ano para conhecer a região e treinar.

COMPARTILHE
Sobre Iúri Totti 977 Artigos
Iúri Totti é jornalista, com mais de 30 anos de experiência na grande imprensa, principalmente na área de esportes. Foi o criador das sessões “Pulso” e “Radicais” no jornal O Globo. Tem 13 maratonas, mais de 50 meias maratonas e dezenas de provas em distâncias menores. "Não me importo em ser rápido. A corrida só precisa fazer sentido, dar prazer."

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*