Ironman 70.3 Rio: Pamella Oliveira é tricampeã

Triatletas na fase da bike do Ironman 70.3 Rio. Foto de Fábio Falconi/Unlimited Sports/Divulgação
Triatletas na fase da bike do Ironman 70.3 Rio. Foto de Fábio Falconi/Unlimited Sports/Divulgação

A brasileira Pamella Oliveira tornou-se a primeira tricampeã do Ironman 70.3 Rio de Janeiro, disputado neste domingo (22/9), no Recreio dos Bandeirantes. Com o tempo de 4h28m03s, ela superou 1,9km de natação, 90km de ciclismo e 21,1km de corrida. No masculino, a vitória foi do francês Yvan Jarrige, que, com 3h56m34s, é o primeiro estrangeiro a vencer a prova carioca, que reuniu 1.300 atletas de 26 países. Pamella tornou-se a única tricampeã da competição ao fechar a prova em 4h28min03seg, enquanto o francês foi o primeiro atleta estrangeiro a vencer no Rio, com 3h56min34seg.

Em sua primeira competição após o Campeonato Mundial, em Nice (FRA), Pamella confirmou seu favoritismo para garantir o inédito tricampeonato no Rio. Logo na natação, abriu boa vantagem sobre o pelotão seguinte e no ciclismo aumentou ainda mais sua liderança, saindo para correr tranquila. Controlando bem a prova durante a última etapa, Pamella comemorou bastante a vitória.

Pamella Oliveira comemora o tricampeonato no Ironman 70.3 Rio. Foto de Fábio Falconi/Unlimited Sports/Divulgação
Pamella Oliveira comemora o tricampeonato no Ironman 70.3 Rio. Foto de Fábio Falconi/Unlimited Sports/Divulgação

– Estou muito feliz por voltar ao Rio de Janeiro e conquistar esse inédito tricampeonato. É sempre bom ganhar – disse a capixaba radicada em Balneário Camboriú (SC). – Com a vitória, eu já garanto com antecipação a vaga para o Mundial de 70.3 do ano que vem e isso me dá mais confiança e calma para escolher as próximas provas.

Pódio feminino do Ironman 70.3 Rio: Pamella (ao centro), Luíza Cravo (à esquerda) e  Romina Palacio
Pódio feminino do Ironman 70.3 Rio: Pamella (ao centro), Luíza Cravo (à esquerda) e Romina Palacio

A carioca Luisa Cravo ficou na segunda posição, com 4h34m16s, seguida pela argentina Romina Palacio, com 4h43m39s.

Francês garante título na corrida

Na Elite masculina, a dinâmica da prova foi bem diferente. Na natação, quatro atletas saíram na frente formando o primeiro pelotão com Chicão, Paulo Roberto Maciel, Bruno Matheus e Fernando Toldi, seguidos bem de perto por Luís Ohde, Edivanio Monteiro e o francês Yvan Jarrige. No ciclismo, Paulo Maciel, Yvan e Toldi passaram a dominar as ações e os três saíram para a corrida com vantagem sobre os demais atletas.

Logo nos primeiros quilômetros da corrida, Yvan passou a impor um forte ritmo e assumiu a liderança do grupo. Com o melhor parcial na modalidade, o francês pode comemorar seu primeiro título no Brasil. Este ano, ele foi vice-campeão no Iron Man 70.3 Florianópolis, com 3h49m45s.

– É muito bom poder voltar ao Brasil e desta vez vencer uma prova dura. Me sinto um privilegiado por poder competir ao redor do mundo e vir para lugares como este – comenta Yvan.

Pódio masculino do Ironman 70.3 Rio:  Yvan Jarrige (ao centro), Paulo Roberto Maciel (à esquerda) e Bruno Matheus.  Foto de Fábio Falconi/Unlimited Sports/Divulgação
Pódio masculino do Ironman 70.3 Rio: Yvan Jarrige (ao centro), Paulo Roberto Maciel (à esquerda) e Bruno Matheus. Foto de Fábio Falconi/Unlimited Sports/Divulgação

Paulo Roberto Maciel, com 3h58m20s, foi o segundo colocado, e Bruno Matheus, o terceiro, com 4h03m57s.

Campeões do Ironman 70.3 Rio

  • 2019 – Yvan Jarrige (FRA)/Pamella Oliveira (BRA)
  • 2018 – Reinaldo Colucci (BRA)/Pamella Oliveira (BRA)
  • 2017 – Paulo Roberto Maciel (BRA)/Pamella Oliveira (BRA)
  • 2016 – Reinaldo Colucci (BRA)/Luisa Baptista (BRA)
  • 2015 – Santiago Ascenço (BRA)/Mariana Borges (BRA)

A quinta e última etapa da temporada do Circuito Ironman no país será no dia 10 de novembro, na Cidade Universitária de São Paulo – USP, com inscrições encerradas.

Brasil classifica 36 triatletas no Mundial 70.3

O Brasil confirmou mais 36 triatletas amadores para o Mundial Ironman 70.3 em 2020. As presenças foram garantidas no Ironman 70.3 Rio de Janeiro, realizado neste domingo, no Recreio dos Bandeirantes. Das 40 vagas em jogo, apenas quatro ficaram com estrangeiros, sendo dois da Argentina, um do Peru e outro da Espanha. Vale destacar que, com o tricampeonato conquistado este ano, a triatleta profissional Pamella Oliveira também garantiu vaga na competição.

Os 40 classificados
  • Isadora Miato Andreatti (F1824/BRA)
  • Juliana Scher (F2529/BRA)
  • Isadora Ruiz Milani (F2529/BRA)
  • Maira Lucas  (F3034/BRA)
  • Carolina Cristiane Del Carlo Cagno (F3034/BRA)
  • Flavia Funes (F3539/BRA)
  • Manoela Amaral (F3539/BRA)
  • Melina Federici (F4044/BRA)
  • Patricia Scolari (F4549/BRA)
  • Dafne Koskiniotis (F5054/ARG)
  • Nádia Siqueira (F6064/BRA)
  • Fernando Maluf (M1824/BRA)
  • Vinicius Ferreira Campos (M2529/BRA)
  • Nathan Ciarlo (M2529/BRA)
  • Ranniery Camilo Silva Damaciano (M2529/BRA)
  • Arthur Werneck (M3034/BRA)
  • Leandro Vieira (M3034/BRA)
  • Gustavo Fiorante (M3034/BRA)
  • Nabih Abuapara Herrera (M3034/PER)
  • Rafael Vargas Correa (M3539/BRA)
  • Jorge Gonzales (M3539/BRA)
  • João Marcello Novaes do Nascimento Baptista (M3539/BRA)
  • Humberto Ribeiro Junior (M3539/BRA)
  • Sandro Ottoboni (M353/BRA)
  • Marcos Geber Andreazza (M3539/BRA)
  • Felipe Silva Alvarez (M4044/BRA)
  • Alan Lima (M4044/BRA)
  • Murilo Barizon (M4044/BRA)
  • José Ricardo Rodrigues (M4044/BRA)
  • Candido Chutorianscy (M4044/BRA)
  • Luiz Antonio Siqueira Neto (M4044/BRA)
  • Roberto Pinna (M4549/BRA)
  • Josemildo Trigueiro da Silva Jr (M4549/BRA)
  • Renato Motta Vaz de Carvalho (M4549/BRA)
  • Carlos Ronie Luciano (M4549/BRA)
  • Oscar Luis Giroto (M5054 /ARG)
  • Sandro Magalhaes (M5054/BRA)
  • Marcio Ferreira (M5559/BRA)
  • Sergio Lobo Pinto (M6064/BRA)
  • Iñaki Konde Zubiaurre (M6569/ESP)

COMPARTILHE
Sobre Iúri Totti 966 Artigos
Iúri Totti é jornalista, com mais de 30 anos de experiência na grande imprensa, principalmente na área de esportes. Foi o criador das sessões “Pulso” e “Radicais” no jornal O Globo. Tem 13 maratonas, mais de 50 meias maratonas e dezenas de provas em distâncias menores. "Não me importo em ser rápido. A corrida só precisa fazer sentido, dar prazer."

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*